Alpaga Vínculo local - Alpaga

  • Produits Locaux Courchevel

Vínculo local

Em Megève, o l’Alpaga é um espaço que cultiva sua singularidade em função da sua localização protegida, da excelência dos seus serviços e dos laços de amizade que mantém com os profissionais da estação. Carpinteiros, produtores de queijo, guias, designers, esportistas profissionais são os melhores embaixadores de Megève e de sua arte de viver. Assim, uma estadia no l’Alpaga é também a oportunidade de descobrir a alma deste vilarejo mítico. São homens e mulheres que mantêm raízes em seu território, orgulhosos do seu know-how e de sua história. Um convite para viajar, essência do espírito da casa e assinatura de um grupo todo: Les Hôtels d’en Haut.

La Ferme Véronique

Destilados fora de série e licores fabricados segundo as tradições ancestrais na Ferme Véronique, que cultiva, em Praz du Feu, plantas (genciana, serpilho, hipérico, flores dos Alpes, artemísia e edelweis) com técnicas de agricultura biodinâmica. A agricultura biodinâmica dá um passo além nas ambições da cultura orgânica, ao se comprometer com a proteção das paisagens, o restabelecimento do equilíbrio da terra e com a alimentação saudável. Da semente à garrafa, os licores e aguardentes, ou até o absinto de Serraval (patenteado em 2013, que leva o nome de um vilarejo da Haute-Savoie) são elaborados a partir das receitas comunicadas pelos antigos "bouilleurs de cru" (destiladores de aguardentes) da Haute-Savoie. As terras aqui são lavradas a cavalo e arado, e as plantas, secadas em estrados de madeira. A Ferme Véronique produz licores puros e luminosos para o Alpaga. Com quarenta ramos por litro, nem mais nem menos, a garrafa, que ostenta a cruz de Savoie, contém estes buquês florais excepcionais que devem ser saboreados como aperitivo, como digestivo, gelados ou em infusão.

As Caves de Maturação da Saboia

No coração das montanhas da Saboia, em Rognaix, dezenas de metros de galerias subterrâneas transformadas em caves (adegas) de maturação servem de abrigo para mais de 80 variedades de queijos das regiões da Saboia (Bauges, Tarentaise e Val d'Arly). A 65 metros dentro de uma falésia, o Beaufort e as Tommes estagiam alguns dias ou longos meses a 13°C, nas condições de maturação ideais e naturais. Nesta galerias, nas quais a taxa hidrométrica é de 95%, os queijos amadurecem no seu ritmo e no das estações. O produtor, um dos últimos do território DOP (Denominação de Origem Protegida) de Beaufort, trabalha com uma equipe local de quarenta pessoas, para entregar suas maiores riquezas ao Alpaga: a alma de toda uma região, enaltecida pelo trabalho delicado e rigoroso dos homens.   

 

 

 

CBA74

Ser marceneiro na Saboia era o sonho deste jovem, que se tornou empreendedor há 5 anos, após ter concluído sua formação em Sallanches. Julien Gal criou o CBA74 para satisfazer os pedidos e sonhos de todos seus clientes. Ele desenha, esculpe, imagina e executa mobília, escadarias, portas ou janelas com madeiras tradicionais: pinho, carvalho e freixo. Ele gosta da diversidade dos seus projetos, do cheiro da madeira, da sua suavidade. No Alpaga, Julien montou o magnífico banho sueco externo virado para o Mont Blanc, e pode ser visto com frequência fazendo a necessária manutenção: pisos, terraços, janelas de vidro. Ao longo do tempo, Julien criou laços de confiança com o Alpaga: "Eu gosto desta equipe sincera e profissional. Gosto daquela vista. Sou feliz por lá".